Posted by : Missões de um Missionário no Brasil terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Nós devemos receber a justiça de Deus

Romanos 1:16-17 >
“Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.”

Nós devemos receber a justiça de Deus 

O Apóstolo Paulo não se envergonhava do evangelho de Cristo. Ele testificava do evangelho. Contudo, umas das razões pelas quais muitas pessoas sofrem, apesar de crerem em Jesus, é por causa dos seus pecados. É também em razão da sua ignorância no reconhecimento da justiça de Deus. Nós podemos ser salvos pela crença na justiça de Deus e abrindo mão de nossa própria justiça.

Por que Paulo não se envergonhava do evangelho? Primeiro de tudo, porque a justiça de Deus foi revelada nele.

O evangelho, ‘euaggelion’ em grego, significa ‘boas novas’. Quando Jesus Cristo nasceu em Belém, um anjo de Deus apareceu e disse aos pastores que estavam tomando conta de seu rebanho de noite, “Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem”(Lucas 2:14). Foi uma boa notícia - ‘paz na terra entre os homens’. O evangelho do Senhor nos salvou de todos os pecados e lavou os pecados do mundo. Jesus lavou todos os nossos pecados. Ele próprio lavou todos os pecados daqueles que se humilhavam como larvas na sujeira e que pecavam no barro.

Primeiramente, o Apóstolo Paulo disse que a justiça de Deus foi revelada no evangelho. A justiça de Deus foi revelada no evangelho que tirou todo o nosso pecado. A justiça de Deus permitiu que nos tornássemos santos e justos. Também nos permitiu obter a vida eterna e não ter mais pecados.

O que é a justiça dos seres humanos? Nós gostamos de nos mostrar perante Deus quando nós temos algo para

falar. Acumular o próprio orgulho fazendo boas obras representa bem o que é a justiça humana. Contudo, o ato justo de Jesus, que nos salvou de todos os nossos pecados, permitiu que a justiça de Deus fosse revelada no evangelho. Esta é a justiça de Deus.

Atualmente, grande parte dos Cristãos prega o evangelho sem conhecer o evangelho da justiça de Deus. Eles dizem, “Creia em Jesus e você será salvo e se tornará rico”. Contudo, estes não são os ensinamentos do evangelho da justiça de Deus. O evangelho parece ser mais popular do que qualquer coisa, mas a maioria das pessoas é ignorante e não entende o evangelho. É semelhante ao fato de que a Bíblia é um dos livros mais vendidos, mas as pessoas realmente ainda não conhecem o seu conteúdo. A coisa mais preciosa e benéfica neste mundo é o evangelho que Deus nos deu.

“Visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé.” O Evangelho de Deus é como um oásis no deserto. Jesus veio para aqueles que cometeram muitos pecados, e lavou todos os seus pecados. Contudo, as pessoas têm rejeitado o dom da Sua justiça, que lavou todos os pecados do mundo, enquanto tentam estabelecer sua própria justiça.

As pessoas que exaltam seus próprios esforços (serviço, dedicação, zelo, oferta, oração de arrependimento, jejum, guardar o dia do Senhor, colocar em prática a palavra do Senhor, etc), e recusam o dom de Deus são aquelas que rejeitam a Sua justiça. A pessoa só pode receber a justiça de Deus quando desistir da sua própria justiça.

E eles coseram folhas de figueira, e fizeram cintas para si 

Em Gênesis 3:21 está escrito, “Fez o SENHOR Deus vestimenta de peles para Adão e sua mulher e os vestiu”.

O primeiro homem, Adão, pecou contra o Senhor ao cair na enganação de Satanás. O que Adão e Eva fizeram logo após terem pecado foi costurar folhas de figueira e fazer vestimentas para si. A roupa feita de figueira costurada forma um marcante contraste com as túnicas feitas de pele. Era a diferença entre ‘a justiça do homem’ e a ‘justiça de Deus’. Gênesis 3:7 diz, “coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si”. Você já trançou folhas de rabanete? Nós Coreanos cortamos as folhas de rabanete e trançamos junto com palha de arroz para secá-las. Nós cozinhamos pasta de feijão ensopado com elas no inverno. É muito delicioso!

Adão e Eva trançaram folhas de figueira e fizeram vestimentas após terem pecado. Este tipo de atitude - boas obras, julgamento próprio e sacrifício- constituem a justiça humana. É justiça própria, e não a justiça de Deus. O fato de eles terem feito suas próprias vestes com folhas de figueira mostra o pecado do orgulho por eles tentarem esconder seus pecados por meio de suas boas obras perante o Senhor. Trançar a justiça de alguém - devoção, ofertas, julgamentos próprios, serviços, e orações de arrependimento - em uma vestimenta, e cobrir os pecados na mente com a ‘idolatria’, é o que aumenta o orgulho da pessoa perante Deus.

Nós podemos esconder os pecados dos nossos corações perante Deus costurando folhas de figueira e fazendo
vestimentas? Nós podemos esconder nossos pecados por meio de nossas boas obras? Nunca. As folhas começariam a cair em um dia, e após três dias, todas as folhas já teriam caído. Vestes feitas de vegetais não duram muito tempo. As pessoas que costuram folhas de figueira e fazem vestimentas, ou seja, aquelas que tentam ser justas servindo a Deus com suas próprias obras, não podem entrar no Reino do Céu. Nós não podemos receber o perdão dos pecados pela justiça de nossas próprias obras.


Quando Adão e Eva tentaram esconder seus pecados fazendo vestes com as folhas da figueira, Deus chamou Adão, “Onde você está, Adão?” Enquanto se escondia entre as árvores do jardim, ele disse, “Eu estava com medo, porque estava nu; e então eu me escondi”. Uma pessoa que tem pecado tenta se esconder entre as árvores. Árvores freqüentemente sugerem homens na Bíblia. Aquele que tem pecado no coração tenta se esconder entre as pessoas. Tal pessoa gosta de sentar no meio, não muito atrás ou na frente da igreja, onde muitas pessoas se reúnem. Por que? Porque a pessoa quer se esconder entre a multidão.

Contudo, tal pessoa não pode esconder seus pecados perante Deus. Ela deve ser perdoada de seus pecados desistindo de sua própria justiça e crendo na justiça do Senhor. Aqueles que têm uma fé vaga e que não crêem na verdade também querem entrar no Reino do Céu se escondendo entre o mesmos tipos de pessoas, mas eles terminarão no inferno com aqueles que tentam esconder os pecados com suas boas obras. Os pecadores devem ser revelados como tais e devem se entregar para Deus.

Deus disse para Adão, que havia feito roupas com folhas de figueira, “Por que você provou da fruta? Quem fez você comer?” “Oh, Senhor, a mulher que o Senhor me deu, ela me deu do fruto, e eu comi.” “Eva, por que você fez isso?” “A serpente me enganou, e então eu comi” Então o Senhor Deus disse para a serpente, “Visto que isso fizeste, maldita és entre todos os animais domésticos e o és entre todos os animais selváticos; rastejarás sobre o teu ventre e comerás pó todos os dias da tua vida.” É por isso que as serpentes rastejam sobre suas barrigas. Novamente Deus falou com Adão e Eva, “Vocês também pecaram. Vocês que foram enganados para o pecado e aqueles que os levaram a pecar são os mesmos.” Hoje em dia, falsos profetas também pregam os seus evangelhos falsos, dizendo, “Receba o fogo!” As pessoas que são enganadas por eles serão tratadas da mesma forma que os falsos profetas, e irão para o inferno.

O Senhor fez vestimentas de peles para Adão e sua esposa 


O Senhor pensou, “Eu não deixarei Adão e Eva, que pecaram em razão do truque de Satanás, como eles estão. Eu originalmente pensei em criar os homens à Minha imagem e semelhança e planejei fazê-los meus filhos, então eu os salvarei para cumprir o meu plano.” Este plano estava em Deus. Portanto, Deus passou os pecados deles para um animal, matou o animal, tirou a sua pele e fez túnicas para vestir Adão e Eva. Ele tornou este ato um símbolo da nossa salvação. De fato, as vestes feitas de folhas de figueira não poderiam durar nem mesmo um dia, e teria que ser consertada toda hora. Deus vestiu Adão e Eva com a vida eterna, dizendo, “Vocês, Adão e Eva, venham aqui, Eu fiz túnicas de pele de animal, vistam-se. É a pele de um animal que morreu por vocês.” O Senhor vestiu Adão e Eva com túnicas de peles abençoadas com a justiça de Deus, a fim de dar a Adão e Eva uma nova vida. O Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua esposa e os vestiu, assim como Deus vestiu os crentes com a salvação da Sua justiça.

Contudo, a salvação da humanidade, que foi separada da salvação de Deus, foi a vestimenta feita de folhas de figueira. Deus nos vestiu com túnicas de pele, que é a justiça de Deus. O Senhor nos revestiu com a remissão de pecados, com a justiça de Deus, nos dando Sua carne e Seu sangue. Ele levou todos os nossos pecados com o seu batismo e crucificação, a fim de receber todo julgamento em nosso lugar. Deus nos permite obter o perdão dos pecados quando nós cremos na justiça de Deus através do evangelho do batismo e sangue de Jesus. É o evangelho que salva os pecadores de suas transgressões.

Existem muitas pessoas que tentam estabelecer sua própria justiça, rejeitando a justiça de Deus no mundo. Elas devem descartar sua própria justiça. Em Romanos 10:1-4 está escrito, “Irmãos, a boa vontade do meu coração e a minha súplica a Deus a favor deles são para que sejam salvos. Porque lhes dou testemunho de que eles têm zelo por Deus, porém não com entendimento. Porquanto, desconhecendo a justiça de Deus e procurando estabelecer a sua própria, não se sujeitaram à que vem de Deus. Porque o fim da lei é Cristo, para justiça de todo aquele que crê.”

Os Israelitas insistiam em seu legalismo para estabelecer sua própria justiça, enquanto ignoravam a justiça de Deus. Deus deu aos homens a lei para adverti-los do pecado. As pessoas têm o conhecimento do pecado através dos Dez Mandamentos e têm o perdão dos pecados por meio da justiça da Sua salvação, que nos livra do pecado pelo sistema sacrifical do tabernáculo. Portanto, a oferta pelos pecados do tabernáculo implicam que Jesus é uma exata representação de Deus no Novo Testamento. Contudo, os Israelitas não conheceram a justiça de Deus.

Por que Jesus foi batizado? 

Por que Jesus foi batizado? João Batista batizou Jesus para lavar todos os pecados do mundo. Jesus disse para
João Batista um pouco antes de ser batizado, “Deixa por enquanto, porque, assim, nos convém cumprir toda a justiça.”(Mateus 3:15). Esta é a razão pela qual Jesus foi batizado. Ele foi batizado para lavar todos os pecados do mundo. Ele levou sobre si todos os pecados do mundo por meio de seu batismo. “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!”(João 1:29). Ele levou todos os pecados e foi crucificado para expiar os pecados. Contudo, os Israelitas não acreditaram que Jesus era o perfeito Salvador dos pecadores.


Os Israelitas não se submeteram à justiça de Deus, mas Jesus é o fim da lei para a justiça de todo o que crê. O fim da lei significa que Jesus lavou todos os pecados do mundo. Cristo foi julgado segundo a lei para que todos os crentes fossem santificados. Ele encerrou o curso da lei. Jesus redimiu todas as pessoas de seus pecados. Jesus foi batizado para lavar os pecados de toda a humanidade. Ele levou todos os pecados do mundo, entregando-se para ser batizado e recebendo todos os pecados do mundo sobre Sua carne. Ele salvou todas as pessoas do pecado. Ele acabou com o julgamento pela lei levando sobre si os pecados deste mundo por meio de seu batismo e crucificação. Ele nos deu perfeita salvação do julgamento e da maldição da lei.

Foi o fim da lei e o início da salvação da justiça de Deus. Jesus levou os pecados do mundo sendo batizado por João Batista e indo para a Cruz. Como é possível que alguém tenha pecado em seu coração, mesmo se a pessoa acredita na justiça da salvação de Jesus? “Pois aqui está a justiça de Deus, revelada de fé em fé.” O batismo e o sangue de Jesus foram a justiça de Deus. Crer na justiça de Deus é crer no batismo e no sangue de Jesus.


A justiça de Deus foi legitimamente cumprida por meio do batismo de Jesus. Eu quero que você creia nisso. Dessa forma você será salvo de seus pecados. A justiça foi dada para os pecadores, para que eles se tornem sem pecados através do batismo de Jesus. Além disso, o julgamento da justiça de Deus foi a crucificação. “Cristo é o fim da lei”. O julgamento de Deus virá para aqueles que ainda não foram julgados enquanto a lei existe. A lei de Deus revela o pecado e prova que o salário do pecado é a morte, a maldição e o inferno. Portanto, o batismo e o sangue de Jesus acabaram com o curso da lei. Jesus levou todos os nossos pecados e acabou com a lei para
cumprir toda a justiça.


As néscias levaram suas lâmpadas, mas não levaram óleo com elas 


Vamos ler Mateus 25:1-13. Lá está a parábola das dez virgens que aguardavam por seus noivos, o Advento de nosso Senhor. Vamos ver o que a justiça de Deus é nas Escrituras.


“Então, o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram a encontrar-se com o noivo. Cinco dentre elas eram néscias, e cinco, prudentes. As néscias, ao tomarem as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo; no entanto, as prudentes, além das lâmpadas, levaram azeite nas vasilhas. E, tardando o
noivo, foram todas tomadas de sono e adormeceram. Mas, à meia-noite, ouviu-se um grito: Eis o noivo! Saí ao seu encontro! Então, se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas. E as néscias disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão se apagando. Mas as prudentes responderam: Não, para que não nos falte a nós e a vós outras! Ide, antes, aos que o vendem e comprai-o. E, saindo elas para comprar, chegou o noivo, e as que estavam apercebidas entraram com ele para as bodas; e fechou-se a porta. Mais tarde, chegaram as virgens néscias, clamando: Senhor, senhor, abre-nos a porta! Mas ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço. Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a
hora.”


Está escrito que o Reino do Céu é semelhante a dez virgens que pegaram suas lâmpadas e saíram ao encontro de seus noivos. Quem entra no Reino do Céu? Quem entraria no Reino do Céu entre as dez virgens? Porque algumas virgens não poderiam entrar no Reino do Céu, apesar de crerem em Jesus? O Senhor nos fala sobre isso nesta passagem. Cinco das dez virgens eram néscias, enquanto as outras cinco eram prudentes. As néscias pegaram suas lâmpadas mas não levaram óleo com elas. As lâmpadas representam as “Igrejas”. O fato de elas
terem levado suas lâmpadas sem o óleo representa aqueles que vão para a igreja sem o Espírito Santo (O óleo representa o Espírito Santo na Bíblia).


O que as néscias fizeram? Elas levaram suas lâmpadas, mas não levaram o óleo. Um homem que não nasceu de novo, apesar de crer em Jesus, pode freqüentar com devoção uma igreja. Todo mundo diz, “Minha igreja realmente é ortodoxa”. Todos os Cristãos no mundo falam isso. Eles são muito orgulhosos dos fundadores e personalidades de suas denominações. As néscias levaram as lâmpadas e não levaram óleo consigo, mas as
prudentes levaram óleo em um vaso, juntamente com suas lâmpadas.


O que é um ser humano? Um ser humano é um vaso perante Deus. O homem é pó. O homem é feito de pó. Portanto a humanidade é vaso, que pode conter Deus. As prudentes levaram suas lâmpadas com óleo nos vasos.

As virgens néscias que só têm lâmpadas sem óleo queimam as suas emoções 

A Bíblia nos diz que existem virgens néscias entre as pessoas que acreditam em Jesus. Elas pegam suas lâmpadas, mas não levam óleo. Isto significa que tais pessoas não nasceram de novo. Um pavio sem óleo pode durar muito? O que nós devemos saber aqui é que uma lâmpada sem óleo se queima rapidamente, não importa quão bom seja o pavio. Os crentes que ainda não nasceram de novo têm inicialmente um momento de paixão explosiva pelo Senhor. Isso dura cerca de 4 ou 5 anos. Mais tarde, esta paixão começa a se extinguir. Eles
precisam perceber que eles ainda não têm a remissão dos pecados.


Aqueles que não nasceram de novo, ou ainda estão sem óleo (O Espírito Santo), dizem coisas como: “Eu costumava ter uma fé muito forte antigamente. Eu era muito bom no início, mas agora eu não sou mais. Você será como eu em breve.” Eles são falsos profetas e falsos santos que levam uma vida religiosa sem serem nascidos de novo. Eles devem ter a fé da salvação, porque sua fé não é baseada no óleo (O Espírito Santo). Sua fé é apenas baseada em suas emoções. Eles precisam obter a salvação crendo na água e no sangue de Jesus Cristo, e receber o óleo de Deus como um dom. O pavio representa o coração humano.

As virgens aguardam seus noivos no texto citado. Aqui, nós devemos entender bem as circunstâncias culturais dos Israelitas. Eles tinham cerimônias de casamento à noite, e elas se iniciavam com a chegada do noivo. Então, a noiva devia esperar por seu noivo. Esta era a forma que os casamentos dos Israelitas se realizava.

“E, tardando o noivo, foram todas tomadas de sono e adormeceram.” Houve um grito, “Eis o noivo!”. Então, as noivas levantaram e fizeram muito barulho para se arrumar. Quando as dez virgens estavam esperando pelo noivo, o noivo surgiu com um grito, “Eis o noivo!”. “Então, se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas. E as néscias disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão se apagando.” As néscias sempre agiam com ignorância. Elas deveriam ter preparado o óleo antes da chegada do noivo. Não importa quão fraco seja o pavio da lâmpada, se ela estiver com óleo ele não se extinguirá.

As virgens néscias que tinham lâmpadas sem óleo só queimavam os pavios. Isto significa que só seus corações queimaram. “Eu tenho que nascer de novo, levar uma vida de uma pessoa transformada, e ter o coração cheio do Espírito Santo.” Elas queimaram os seus corações dessa forma. No fim da nossa infância, as lâmpadas de querosene costumavam iluminar os quartos durante a noite. Se nós deixássemos a lâmpada queimar um pedaço de papel, ele queimaria em um piscar de olhos. O fogo ficaria grande e muito brilhante, mas iria se extinguir rapidamente.

As virgens néscias que vão para o inferno são aquelas que queimam seus próprios corações (emoções) sem óleo e cujo fogo da fé irá se extinguir quando elas realmente tiverem que encontrar o Senhor. Elas não têm o Espírito Santo nelas. Elas acreditam que têm uma crença correta, apesar de não terem o Espírito Santo. “Vem, espírito de fogo, vem”. Elas estão em êxtase. Então, as mulheres começam a dançar (elas dizem que é uma dança do Espírito Santo), batendo em seus peitos, dizendo, “Venha, por favor, venha”. Elas são néscias e loucas. Nós só somos néscios se ainda temos pecados perante o Salvador. Nós seremos como virgens néscias se nós ainda tivermos pecados em nossos corações, apesar de crermos em Jesus. Nunca seja uma virgem néscia.

Como o Senhor pode casar com uma noiva que possui pecado? 


O Senhor é um Deus santo. O noivo é Deus e o Filho de Deus que não têm pecado. Deus é o nosso noivo. Contudo, como você pode tentar encontrar a Deus enquanto possui pecado? Você quer se encontrar com Deus com pecados em seu coração? Isto seria uma coisa muito estúpida de se fazer.

Jesus, nosso noivo, veio ao mundo e fez noivas para serem santificadas. Ele transformou suas noivas em pessoas justas, lavando os seus pecados através do Seu batismo. Ele as escolheu como Suas noivas. Quando o tempo havia se passado, cinco delas disseram, “Por favor, vamos”. Contudo, cinco delas ainda permaneciam no escuro. Como pode haver uma cerimônia de casamento se os seus olhos estão escuros? O noivo veio e disse, “Como vocês estão?”. Os rostos das últimas cinco noivas estavam escuros por causa do pecado. Elas estavam profundamente arrependidas porque seus pecados estavam presos dentro de seus corações.

Como o Senhor pode casar com uma noiva que vive se lamentando por causa dos seus pecados? “Obrigado, Senhor, por me santificar desta forma”. Este tipo de pessoa seria feliz com seu noivo espiritual, apesar de ser fraca, porque o noivo a ama e lavou toda a sua fraqueza e pecado. O noivo normalmente faz com que sua noiva faça maquiagem, envia roupas e todos os melhores perfumes e cosméticos. Então, a noiva se veste com todas estas coisas e fica pronta para encontrar o seu noivo.

Nosso Senhor foi enviado ao mundo como um noivo para nos guiar, para que possamos nos encontrar com ele como Sua noiva. Ele nos deu Sua carne para a remissão dos pecados no Rio Jordão. “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.”(João 1:14). O próprio Senhor levou todos os nossos pecados para que nós pudéssemos ter a plenitude da graça, verdade e perdão dos pecados, por meio da crença Nele. O noivo levou todos os pecados da noiva no Rio Jordão. O Senhor salvou Suas noivas dos pecados sendo julgado em seu lugar na Cruz.

Nós podemos comprar o Espírito Santo com dinheiro ou sofrimentos? 

Contudo, as virgens néscias pediram para as prudentes para que compartilhassem o óleo com elas, pois suas lâmpadas estavam se apagando quando o noivo estava próximo. Nós podemos compartilhar o Espírito Santo? Nós podemos comprar o Espírito Santo com dinheiro? Nós podemos comprar o perdão dos pecados com boas obras, sofrimento ou dinheiro? As prudentes disseram a elas para comprarem o Espírito Santo de pregadores de cultos reavivalistas. As néscias já haviam comprado deles. Elas pensaram que poderiam comprar o óleo com dinheiro. Elas levaram vidas religiosas, pensando que grandes ofertas e serviços, freqüentar cultos tradicionais e orar repetidamente daria a elas algo.

Mas não importaria o que elas fizessem, nada pode comprar a remissão dos pecados, que o Senhor nos deu, nada na terra. As néscias experimentaram queimar suas emoções até elas virem perante o Senhor. Umas das cinco virgens néscias iniciou uma vida religiosa dizendo, “Eu Te seguirei, e irei para um monte para orar pelo arrependimento. Vamos servi-lo, vamos para o exterior pregar o evangelho.”

O noivo finalmente veio com uma grande corneta. As néscias foram comprar óleo quando o noivo chegou, mas as virgens que tinham a remissão dos pecados e haviam preparado o óleo (O Espírito Santo) foram para o banquete de casamento. Então Ele trancou a porta. Jesus não escolheu aleatoriamente cinco virgens. O número ‘cinco’ significa ‘graça’ na Bíblia. As cinco virgens representam aqueles que têm a remissão dos pecados pela graça e crêem em Sua graça e suas obras de justiça. Elas reconhecem as coisas que o noivo fez por elas e crêem na justiça do Senhor, que as tornou justas. Contudo, as outras virgens vieram e disseram, “Senhor, Senhor, abra para nós”. Mas ele respondeu, “Seguramente eu vou digo, eu não conheço vocês.”

Nós só podemos receber o dom do Espírito Santo quando nossos pecados são lavados 

Aqueles que não preparam o óleo não podem encontrar o Senhor. O Senhor irá buscar apenas aqueles que crêem na justiça de Deus e que esperaram pelo Reino do Céu, e aqueles que realmente tinham a remissão dos pecados em seus corações. O Senhor falou as palavras da promessa. “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados.” Então, o que acontece após a remissão dos nossos pecados? A Bíblia diz, “e recebereis o dom do Espírito Santo.” (Atos 2:38). Se você receber o evangelho da justiça de Deus, os pecados no seu coração serão realmente lavados e o Espírito Santo virá sobre você. Nós não podemos sentir fisicamente o Espírito Santo de Deus. Todavia, o Espírito Santo existe. Nós podemos dizer que nós não temos pecado porque nós temos o Espírito Santo e a palavra de Deus em nossos corações. Ele realmente existe. A pessoa que recebe a justiça de Deus torna-se justa, apesar de ser fraca. Contudo, a pessoa que não tem a justiça do Senhor permanece sendo pecadora.

Pois nele a justiça de Deus é revelada 

O Senhor veio pela água e pelo sangue. Ele nos salvou de nossos pecados com Seu batismo. Ele levou todos os nossos pecados quando Ele foi batizado e recebeu as punições pelos pecados derramando o Seu sangue. O que os Apóstolos João, Pedro e Paulo falam sobre isso? Todos eles falam sobre a carne e o sangue de Jesus. Eles falam sobre o batismo de Jesus e o Seu sangue na cruz. Mateus 3:13-17 descreve exatamente o batismo de Jesus. Jesus foi batizado para limpar os pecadores e para tirar todo o pecado do mundo no Rio Jordão.

Vamos ler 1 Pedro 3:21. Pedro testifica que a figura da salvação foi o Seu batismo. “A qual, figurando o batismo, agora também vos salva, não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo; o qual, depois de ir para o céu, está à destra de Deus, ficando-lhe subordinados anjos, e potestades, e poderes.” (1 Pedro 3:21-22).

Está escrito, “A qual, figurando o batismo, agora também vos salva por meio da ressurreição de Jesus Cristo”. O batismo de Jesus, que levou todos os pecados em Sua carne, foi a prova da nossa salvação. O fato de Ele ter derramado o Seu sangue na cruz é prova do fato de que Ele foi julgado pelos nossos pecados. Você entende o que eu estou dizendo? Portanto, a Bíblia afirma que Jesus é aquele que veio pela água, sangue e pelo Espírito Santo (1 João 5:6-9). Jesus foi enviado ao mundo em carne e levou todos os nossos pecados, da mesma forma que Arão, o Sumo-Sacerdote, colocava as mãos nas ofertas para transferir para elas os pecados de seu povo.

A água é a figura que nos salva; batismo. Está escrito que o batismo não é a remoção da impureza da carne. Isto não significa que nós não pecamos após obter a remissão dos pecados. Nós recebemos o perdão dos pecados crendo no batismo de Jesus. Então, nós não pecamos com a carne? Sim, nós pecamos. Muitas pessoas entendem errado a remissão de pecados e dizem coisas como, “Se você não tem pecado em seu coração, você não irá pecar de novo.” Isto é um equívoco. A Bíblia diz, “Não há homem justo sobre a terra que faça o bem e que não peque.” (Eclesiastes 7:20). A carne ainda é fraca. Ela continua fraca até a morte. Ela comete pecados até o fim. “não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus.” Nossas consciências mudam para uma boa consciência para com Deus por meio de nossa fé no batismo e no sangue de Jesus. Nossas consciências podem chamar Deus nosso Senhor e Salvador, por meio da nossa fé no fato de que o Senhor levou todos os nossos pecados pelo Seu batismo.

Os alimentos espirituais para nossos corações são o batismo e o sangue de Jesus 

Os alimentos para o coração são o batismo e o sangue de Jesus. O alimento para nosso coração e a figura que lavou os nossos pecados é o batismo. Portanto, o Apóstolo Pedro disse que o batismo é a figura que nos salvou.

Vamos ler 1 Pedro 1:22-23 “Tendo purificado a vossa alma, pela vossa obediência à verdade, tendo em vista o amor fraternal não fingido, amai-vos, de coração, uns aos outros ardentemente, pois fostes regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a palavra de Deus, a qual vive e é permanente.” Amém.

Nós nascemos de novo e recebemos a remissão de todos os nossos pecados crendo no batismo de Jesus e em Seu sangue. Nós nascemos de novo crendo na palavra escrita de Deus. Nós nascemos de novo ‘mediante a palavra de Deus, a qual vive e é permanente’. Aleluia! Nós nascemos de novo por meio da palavra que vive e permanece para sempre. A palavra de Deus é o Cânon, que se refere a uma régua de medição. É o padrão da salvação. A régua de medição para a salvação nunca muda.

João Batista disse em João 1:29, “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” O Cordeiro de Deus que foi batizado no Rio Jordão é o verdadeiro pão da vida, que nos salvou pela Sua carne e sangue.

Quer saber mais sobre o livro de Romanos? Por favor clique no banner abaixo para adquirir seu livro grátis sobre o livro de Romanos.
Bible study on Revelation
Nós somos santificados e salvos pela crença na palavra de Deus. A Bíblia diz, “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo” e “Visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.”(Romanos 10:17, 1:17). Nós podemos nos tornar justos crendo no evangelho.

Você tem se santificado? -Amém- Você não tem pecados? É o evangelho, as boas-novas, ‘evaggelion’ no Grego. O que é a justiça de Deus? É o fato de que o Senhor levou todos os nossos pecados dando a Sua carne e sangue por nós. A justiça de Deus nos permite ser santificados. A justiça de Deus significa que Jesus, que não tinha pecados, levou todos os pecados do mundo e foi crucificado pelos pecadores. Foi a água, o batismo de Jesus, que limpou todos os pecados do mundo. A justiça de Deus foi dada através do fato de que Jesus levou todos os pecados do mundo por meio de Seu batismo e crucificação. A justiça de Deus é o Seu batismo e morte, e a cruz que é a figura de nosso julgamento. Esta é a justiça de Deus, que foi revelada no evangelho.

DEIXE SEU COMENTÁRIO !!!

Atenção:

Faça seu comentário dentro do assunto tratado acima;
Não divulgue endereço(s) de Sites ou Blogs;
Comentário que conterem divulgação serão moderados, somente serão aceitos links caso necessite de informar alguma fonte;
Proibido Spans;
Não faça Comentários Ofensivos, Ameaças, ou Termos preconceituosos.

OPINE, DÊ SUA SUGESTÃO, CONTATO, DÚVIDAS ETC. OBRIGADO DESDE JÁ !!!

Inscrever-se para Posts | Subscrever Comentários

Welcome to My Blog

Seus estudo Aqui !!!

Seus estudo Aqui !!!
Mande Por Email Pessoal !!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

::::: Radio Nova Adoração ::::

AJUDE NOS AQUI POR FAVOR !

AJUDE NOS AQUI POR FAVOR !

{ RECADINHO RÁPIDO }








Arquivo do Sites

NOVO 30/5/2013










- s; ESTUDO POSTAGEM PROFÉTICA -Missionario Francisco-Missionaria Fatima Blogger - Designed Fra e Fati Somos Uma Familia Missionaria -