Posted by : FrTutorial no Brasil sábado, 12 de julho de 2014

AMOR
I Coríntios 13

Textos: Mt.5:43-48; Lc.7:36-50; 10:25-37; Rm.12:9-21; Tg.2:1-13; 1ªJo.2:7-11; 3:11-24; 1ª Jo.4:7-21


INTRODUÇÃO

O que é amor? Parece que todo mundo sabe o que é amar, mas não é tarefa nada fácil descrever o maior de todos os dons. De fato, o mais importante é o amor. Mas, entendê-lo, e, sobretudo, praticá-lo, é algo ainda mais desafiante.
Um poeta escreveu:

“Se os mares fossem tintas;
E o céu sem fim fosse papel;
Se as hastes todas fossem penas
E os homens todos escrivães,
Nem mesmo assim o a mor seria
Descrito em seu fulgor”.

Mas, é possível, pelo menos, tecer alguns comentários que poderão nos ajudar a viver em amor; afinal, não é sem razão que na descrição do  fruto do espírito, o amor se apresenta em primeiro lugar.

VISÃO BÍBLICA

1-   Que tipo de amor é condenado por Jesus? (Mt.10:37)
Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim;

2-   Qual é uma das características marcantes do final dos tempos? (Mt.24:12)
   E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos.

3-   Como expressar o amor? (1ª Pd. 3:8-12).
Finalmente, sede todos de igual ânimo, compadecidos, fraternalmente amigos, misericordiosos, humildes, 3:9  não pagando mal por mal ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo, pois para isto mesmo fostes chamados, a fim de receberdes bênção por herança. 3:10  Pois quem quer amar a vida e ver dias felizes refreie a língua do mal e evite que os seus lábios falem dolosamente; 3:11  aparte-se do mal, pratique o que é bom, busque a paz e empenhe-se por alcançá-la. 3:12  Porque os olhos do Senhor repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos às suas súplicas, mas o rosto do Senhor está contra aqueles que praticam males.

DEFINIÇÃO DO TERMO

A palavra amor é usada para traduzir vários sentimentos diferentes. Os gregos
faziam distinção de 4 palavras que em português traduzimos por amor: amor caridoso, amigável, amigo; amor sexual e erótico; amor familiar, aplicado aos relacionamentos domésticos; e o verdadeiro e puro amor, como citado na lista de Gálatas 5:22. O amor ágape, na expressão de R.C. Trench, “é uma palavra que nasce no seio da religião revelada”. Isso significa dizer que o amor (ágape) é o amor que Deus nos tem dado e  nos ensinado a cultivar. É o maior de todos os dons. É o maior virtude.

APLICAÇÃO

A partir do mais lindo e completo poema já escrito sobre o amor – 1ª Co.13 – é possível considerar o maior de todos os dons, observando:

I – A SUPERIORIDADE DO AMOR

Discorrendo sobre os dons espirituais – um complexo problema para a igreja dos coríntios – o apóstolo faz uma transição para falar sobre o “santo remédio” para todos os problemas. No texto verifica-se a superioridade do amor nos seguintes aspectos:

1-  A palavra/línguas

Mesmo, que alguém consiga falar em línguas angelicais ou especiais, sem amor não têm qualquer significado e nem carecem de interpretação, assemelhando-se aos frios sons de um aparelho sonoro;

2-  Pregação/profecias

Na lista dos dons espirituais, a profecia ocupa os primeiros lugares (1ª Co.12:28; 14:1-4). Mas, sem amor, a pregação se faz mecânica, vazia e sem valor;

3-  Conhecimento/ciência

Na vida há muitos mistérios. Se alguém for capaz de decifrar todos os ministérios e conhecer toda a ciência, só terá algum significado se for movido pelo amor.

4-  Fé/milagres

Jesus ensinou que a fé remove montanhas e “nada vos será impossível” (Mt.17:20). Mas, sem amor; sinais, milagres ou realizações várias não terão nenhum valor;

5-  Caridade/Boas Obras

As obras devem ser conseqüências da fé; mas tem que ser também do amor. Qualquer ação (mesmo a distribuição dos bens aos pobres) sem amor não terá nenhum proveito;

6-  Dedicação/entrega

Alguém pode entregar a uma causa e doar a sua própria vida, mas sem amor, nada disso terá algum valor.

Quantas atitudes em nossa vida são tomadas sem a verdadeira e indispensável motivação! “Todos os vossos atos sejam feitos com amor” (1ª Co.16:14).

II – A NATUREZA DO AMOR

É interessante notar que o apóstolo Paulo resume o amor, para depois analisá-lo. Nos vs.4-7, o amor é relacionando a:

1-  Aspectos negativos, positivos e ativos

Inicialmente, o apóstolo fala de coisas que o amor não é:
o amor não é invejoso;
não é orgulhoso;
não é indecente;
não é melindroso;
não é desconfiado;
não é egoísta.

Coisas que o amor faz:
O amor é longânimo;
O amor é benigno;
O amor ama a verdade;
O amor tem tolerância,
O amor confia,
O amor tem paciência.

2-  Aspecto divino – “nós amamos porque Ele nos amou primeiro” (1ª Jo.4:19)

O verdadeiro amor procede de Deus, pois Ele é amor. William Barclay comenta o amor de Deus dizendo que:
a-   O amor de Deus é universal (Jo.3:16)
b-   O amor de Deus é sacrificial(1ªJo.4:9-10)
c-   O amor de Deus é misericordioso (Ef.2:4)
d-   O amor de Deus salva e santifica (2ªTs.2:13)
e-   O amor de Deus fortalece (Rm.8:37)
f-    O amor de Deus disciplina (Hb.12:6).
Esta rápida amostragem confirma a origem de todo amo de Deus.

3-  Aspecto eterno

Segundo o apóstolo, o amor permanecerá para sempre! Um dia cessarão os dons, a ciência cessará e, em alguns sentidos, até a fé e a esperança poderão acabar, mas o amor jamais acaba. O verdadeiro amor suporta todas as situações, se impõe em qualquer época e idade, e dura para sempre.

III – A PRÁTICA DO AMOR

Amar não é verbo para se conjugar; mas para se praticar. Não existe amor teórico. Só através de atos concretos poderá se comprovar e atestar a existência de amor. Portanto, “não amemos de palavras, mas de fato e de verdade”, pois “o amor é o vínculo da perfeição” (1ª Jo.3:18; Cl.3:14). Não foi assim também na parábola do samaritano? Quem mostrou amor: o sacerdote, o levita ou o samaritano?
De que maneira é possível mostrar amor?

1-  Amor universal

É fácil dizer que se ama a todo mundo; mas é preciso dedicar amor a cada um, independente da cor da pele, da posição social da diferença religiosa, da divergência de opiniões, etc. Infelizmente, ouve-se falar de divisões e partidarismo nas igrejas, pois muitos não tem sido capazes de dedicar um amor que ultrapasse as diferenças e barreiras entre as pessoas. É muito fácil amar quem nos ama (isto os publicanos do tempo de Jesus também faziam – (Mt.5:46,47). Mas só isso não basta. É preciso aplicar o amor a cada um daqueles que nos cercam.

2-  Amor serviçal

Quantos e importantes serviços podemos prestar aos nossos semelhantes como expressão e demonstração de nosso amor? Um sorriso, uma palavra de ânimo, uma visita cordial, uma aperto de mão, um abraço fraterno, etc., podem significar amor para com o nosso próximo. Vestir o nu, alimentar o faminto ou saciar o sedento não é custoso para ninguém; e quanto objetos e utensílios desperdiçados em nossas casas e que fariam alegria de muita gente!
Crianças carentes, idosos, deficientes, presos, pobres, etc., merecem um carinho todo especial de nossa parte dentre os muitos outros que carecem de expressão objetiva de nosso amor.

3-  Amor comunicativo

A igreja é a comunidade do amor. Nela, o desafio de exercitar o amor se reveste de especialidade, pois a convivência amorosa dos cristãos concede autoridade para o exercício dos ministérios e da missão da igreja – aliás, este é o mal necessário e urgente sermão da atualidade: “amai-vos uns aos outros”. A maior responsabilidade da igreja não é se entregar a construções, aperfeiçoar a liturgia ou criar novos pontos de trabalho; mas sim, aperfeiçoar e praticar o amor. Quando cada cristão se fizer um instrumento do amor, praticando a tolerância, a verdade, a confiança mútua, respeito, etc., o mundo estará disposto a ouvir a voz dos cristãos. “Ó cristão, ao teu vizinho mostre amor”. A grande síntese é que “Deus pede de todos mais amor”!



“Deus só vive para o homem mas este perdeu a independência e a dignidade para entendê-lo.
O mundo sempre precisou da IGREJA, esta, porém, preocupou-se mais consigo mesma do que com as necessidades do mundo, ao qual deve servir.
O incrédulo sente um desejo ardente de ser crente também, mas o fanatismo, o orgulho e a falta de alegria observados nos crentes impeliram-no para outros rumos os quais se adaptou muito bem.

Contudo é esta a época do homem, a oportunidade da IGREJA, o momento do “CRENTE”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO !!!

Atenção:

Faça seu comentário dentro do assunto tratado acima;
Não divulgue endereço(s) de Sites ou Blogs;
Comentário que conterem divulgação serão moderados, somente serão aceitos links caso necessite de informar alguma fonte;
Proibido Spans;
Não faça Comentários Ofensivos, Ameaças, ou Termos preconceituosos.

OPINE, DÊ SUA SUGESTÃO, CONTATO, DÚVIDAS ETC. OBRIGADO DESDE JÁ !!!

Inscrever-se para Posts | Subscrever Comentários

Welcome to My Blog

internet explorer 11

Seus estudo Aqui !!!

Seus estudo Aqui !!!
Mande Por Email Pessoal !!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

::::: Radio Nova Adoração ::::

AJUDE NOS AQUI POR FAVOR !

{ RECADINHO RÁPIDO }








NOVO 30/5/2013










- s; ESTUDO POSTAGEM PROFÉTICA -Missionario Francisco-Missionaria Fatima Blogger - Designed Fra e Fati Somos Uma Familia Missionaria -