google-site-verification: googlefec0aa61c13dd7cc.html Diferenças entre israel e a igrejas
Posted by : FrTutorial no Brasil segunda-feira, 17 de outubro de 2016

DIFERENÇAS ENTRE ISRAEL E A IGREJA:

É muito importante saber que Deus tem dois povos: Israel e a Igreja. Mas isso não implica que haja dois modos de salvação. A Bíblia claramente diz que Jesus Cristo, em Sua obra redentora, é o Único Caminho, uma vez que judeus e gentios são descendentes do mesmo homem caído - Adão. Israel é particularmente uma escolha de Deus, por várias razões. Entre elas:

1             uma propriedade particular e nação santa (Êx 19:5-6);
2             um povo que revelaria ao mundo a sabedoria de Deus (Dt 4:5-8);
3             Israel deveria trazer o Messias ao mundo e a salvação aos gentios (Rm 9:4-5;                    Jo 4:22).

Estes são aspectos importantes de Israel. Nenhum cristão deve negar esses aspectos quando leva a sério as Escrituras. A Igreja é uma obra à parte do povo judeu. Isso por inúmeras razões.


Vejamos algumas mais importantes:
1             a Igreja nasceu em Pentecostes e Israel há muitos séculos. Para provar isso lemos em Mt 16:18 que a Igreja ainda seria edificada;
2             a Igreja só poderia existir após certos acontecimentos no ministério de Jesus Cristo. A
ressurreição e ascensão são inclusos nesses eventos, bem como a capacitação do Espírito Santo através de dons;
3      a Igreja é um mistério, referência nunca dada a Israel. Na Bíblia lemos algumas características que demonstram a Igreja ser um mistério: judeus e gentios são unidos em um só corpo (Ef 3:3-6); Cristo em cada crente (Cl 1:27); a Igreja como noiva de Cristo (Ef 5:32); o arrebatamento da Igreja (1 Co 15:51-52);
4             o relacionamento entre judeus e gentios na Igreja é peculiar, completamente diferente do relacionamento incrédulo entre ambos (Ef 2:11-16). Deus ainda salva pessoas judias e gentios combinando-os em um terceiro organismo completamente novo, a Igreja;
5             a distinção em Gl 6:16 é clara: “Israel de Deus” é logicamente uma referência aos judeus convertidos ao Cristianismo. Isso mostra também a separação do Israel incrédulo, a quem Paulo chama de “Israel segundo a carne” em 1 Co 10;
6             no livro de Atos, Israel e a Igreja existem simultaneamente, o termo Israel é mencionado 20 vezes e o termo Igreja, 19 vezes.

          Israel e a Igreja são vistos como dois organismos diferentes pela Bíblia. Se fosse apenas um não haveria necessidade da restauração de Israel.
          Não é correto fundir Israel e a Igreja em um único objeto apenas, pois além de todas as razões já vistas, lemos no N.T. o arrebatamento da Igreja e não de Israel, o qual passará pela Tribulação e ao fim da mesma se converterá a Jesus Cristo, contemplando Aquele a Quem transpassaram.
          Uma distinção entre Israel e a Igreja, conforme ensinada na Bíblia, oferece mais uma base de apoio ao arrebatamento pré-tribulacional.

ARREBATAMENTO DA IGREJA:
“Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.” (Jo 14:2-3)
O propósito de Cristo, no arrebatamento, é receber Sua noiva (o conjunto de todos os salvos do N.T.= igreja) em eterna e bendita união (Ef 5:27; Ap 19:6-8; 22:20). Retirada a Igreja (seu sal), o mundo rapidamente entrará no mais completo estado de putrefação moral e espiritual (Gn 6:3; Mt 5:13-16; 2 Ts 2:6-8).
Os corpos de todos os que morreram em Cristo (logo, só os salvos do N.T.) serão ressuscitados. Uma fração de segundos depois, os corpos de todos os salvos, então vivos, serão transformados.
“Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.”            (I Ts 4:17)

AS RESSURREIÇÕES:

Imediatamente após a morte, vai-se para um estado real e consciente: os salvos para o Paraíso, para gozo inefável (2 Co 5:6-9); os perdidos para o inferno, para sofrimento indescritível (Lc 16:19-31).
A Bíblia ensina sobre a ressurreição física, corporal, literal (Gn 22:5; 1 Rs 17:21-22; Lc 14:13-14; 1 Co 15:20-22; 1 Ts 4:16-17; Ap 20:4-6, 12-13).
• Há 2 ressurreições distintas:
- A 1ª ressurreição (para a vida) é em etapas:
• Etapa Primícias: Cristo, quando ressuscitou (1 Co 15:23a; Mt 27:52-53);
• Etapa Igreja: Todos os salvos do N. T., no arrebatamento (1 Co 15:23;  1 Ts 4:16);
• Etapa das 2 testemunhas do Apocalipse: Moisés e Elias (Ap 11:11);
• Etapa V. T. + mártires da Tribulação: Todos os salvos do V. T. + os mártires da Tribulação, ao final dos seus 7 anos (Is 26:19; Ez 37:12-14; Dn 12:2-3; Ap 20:4);
• Etapa milênio: Necessariamente haverá ressurreição ou transformação dos corpos dos salvos do milênio. Mas a Bíblia não dá detalhes.

- A 2ª ressurreição (para a morte): ocorrerá após o Milênio (Jo 5:29b; Ap 20:5a, 11-13).

A IMINÊNCIA DA VOLTA DE JESUS CRISTO: (Iminência = “a qualquer momento”)
       O momento do arrebatamento é e sempre foi IMINENTE.
Ao lermos o N.T. veremos que o ensino dado sobre a volta de Jesus Cristo aqui para arrebatar Sua Igreja é sem que ocorra algum evento precedente; isto é, não há nenhum sinal prévio e obrigatório para anteceder a vinda de Cristo à Igreja.
Portanto, o N.T. ensina a volta iminente de nosso Senhor Jesus Cristo.
O Novo Testamento uniformemente instrui a igreja a olhar para a volta de Jesus Cristo; ao passo que os santos da Tribulação são exortados a observar os sinais.
O Que é Iminência?
         
Uma definição bíblica para um fato iminente é descrita como segue:

1             Um acontecimento iminente é aquele que está prestes a acontecer, a qualquer momento, sendo que outros fatos podem até ocorrer antes, mas nada precisa ocorrer antes de acontecer o evento iminente. Se houver necessidade de ocorrer algo antes, então o fato não é iminente.
2             Se o fato é iminente, não existe um período de tempo pré-determinado ao fato; isto é, ele pode ocorrer a qualquer momento.
3             Não existe uma data pré-estabelecida para um evento iminente, seja ela direta ou implícita.
4             Um acontecimento iminente não pode ser “em breve”, porque um fato breve precisa ocorrer dentro de um período de tempo pequeno. Contudo, o fato iminente pode até ocorrer em um período pequeno de tempo, mas não precisa ser assim para ser iminente.

          Nas Escrituras lemos a Doutrina da Vinda Iminente de Jesus Cristo à Sua Igreja, nos seguintes
textos sagrados: 1 Co 1:7; 1 Co 16:22; Fp 3:20; Fp 4:5; 1 Ts 1:10;                1 Ts 4:15-18;1 Ts 5:6; 1 Tm 6:14; Tt 2:13; Hb 9:28; Tg 5:7-9; 1 Pe 1:13; Jd 21; Ap 3:11; Ap 22:7, 12, 20 e Ap 22:17, 20.
Nos textos acima verificamos a doutrina da iminência quando o leitor é ensinado a aguardar pacientemente a Vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo (observe que não há aviso prévio, apenas diz que Ele virá a qualquer momento).
A Igreja aguarda Alguém, Uma Pessoa - Jesus Cristo - e não uma série de eventos, pois todos os sinais que Jesus diz ocorrer em Mateus 24, por exemplo, estão relacionados com a Tribulação e a volta dEle, com Sua Igreja, para estabelecer Seu Reino Milenar. Porém, para o arrebatamento não há nenhum sinal deixado por Ele.
“Maranata” ou “Marah natha” significa Vem Nosso Senhor, um termo que só tem sentido se a vinda for a qualquer momento, isto é, iminente. Os cristãos antigos utilizavam esse termo como uma saudação (1 Co 16:22).
Não devemos nos esquecer que uma série de eventos tem ocorrido nos últimos anos, os quais nos levam a crer na Vinda de Jesus estar realmente às portas.
Observe que poderá ocorrer ainda este ano ou daqui a vários anos. A questão é que se vive em dias difíceis (2 Tm 3:1), onde a Igreja de Jesus Cristo padece, é atacada por uma variedade de investidas, às vezes partindo de dentro de si mesma.
A volta de Jesus Cristo deve ser aguardada a qualquer momento, mais agora do que nunca! Pode ser que Ele volte hoje!

[MAR (Senhor) ANA (nosso) THA (vem) Como devemos aguardar a volta de Jesus (arrebatamento da igreja)?

“Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando- nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo; O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras.” (Tt 2:11-14) Só alcançaremos o nível espiritual e a vida santificada que o N. T. ensina, quando a espera pelo Senhor receber tanto espaço em nossos corações, como o tinha nas igrejas dos tempos apostólicos.
                O Dr. Kaftan disse: “O maravilhoso poder da igreja primitiva residia única e exclusivamente em sua esperança viva pela volta visível e pessoal de Cristo”.












DEIXE SEU COMENTÁRIO !!!

Atenção:

Faça seu comentário dentro do assunto tratado acima;
Não divulgue endereço(s) de Sites ou Blogs;
Comentário que conterem divulgação serão moderados, somente serão aceitos links caso necessite de informar alguma fonte;
Proibido Spans;
Não faça Comentários Ofensivos, Ameaças, ou Termos preconceituosos.

OPINE, DÊ SUA SUGESTÃO, CONTATO, DÚVIDAS ETC. OBRIGADO DESDE JÁ !!!

Inscrever-se para Posts | Subscrever Comentários

Welcome to My Blog

::::: Radio Nova Adoração ::::

Nossa Pagina no Facebook

Seguidores

internet explorer 11

Seus estudo Aqui !!!

Seus estudo Aqui !!!
Mande Por Email Pessoal !!

AJUDE NOS AQUI POR FAVOR !

{ RECADINHO RÁPIDO }








Arquivo do Sites

NOVO 30/5/2013










- s; ESTUDO POSTAGEM PROFÉTICA -Missionario Francisco-Missionaria Fatima Blogger - Designed Fra e Fati Somos Uma Familia Missionaria -