Posted by : FrTutorial no Brasil quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

?    Revelar ao homem a verdadeira natureza do pecado e a grande depravação em que a raça humana havia caído;
?    Revelar a verdadeira incapacidade de preservar ou obter de novo um conhecimento adequado a Deus ou livrar-se do pecado através de filosofia e de arte;
?    Ensinar que os verdadeiros perdões somente são possíveis através do ato substitutivo.


No passado.

Deus não muda, mas seus métodos freqüentemente os fazem. Deus colocou nossos pais, lá no jardim do Éden (Gn 2.15).
Um lugar perfeito. Deus tomou todas as providências para a felicidade do homem. Mas ao submeter ao mais simples testes, o homem caiu. Como conseqüência, ambos: homem e mulher tornaram-se culpados perante Deus. Deus providenciou uma salvação ao homem caído.
Foram dessa maneira as alianças (Aliança significa pacto, conserto; entre homem e homem ou entre homem e Deus).
São oito as alianças, a saber:

Edêmica (Gn 2.16),
Adâmica (Gn 3.15),
Noética (Gn 9.16),
Abraâmica (Gn 12.2),
Mosaica (Êx 19.5),
Palestiniana (Dt 30.3),
Davídica (2Sm 7.16)
E a Nova Aliança (Hb 8.8).

É bom saber que Deus sempre agiu para a recuperação do homem caído, mais é bom entendermos
que para cada época existiu um método apropriado.

No período antediluviano, Deus deu a oportunidade para que o homem fosse levado de volta a Deus através de sua consciência.

A Palavra de Deus nos diz que Caim foi um assassino, mas Deus teve piedade através da descendência de Sete, com o passar dos tempos casaram entre si e houve a mistificação.

Trazendo desagrado a Deus. Em todos estes métodos ou épocas o homem sempre decepcionou a Deus.

No presente.

Um método totalmente mudado teve por conseqüência o presente (1Co 1.30).
O período da Igreja. Foi uma nova sistemática, ou seja, Deus usando seu filho como o Salvador. O método usado foi pela morte de Jesus. Foi expiado o pecado dos crentes do Velho Testamento (Hb 11.37-39).
Bem como os crentes do Novo Testamento (Rm 3.21-26). Deus agora oferece Salvação através do seu Filho (Hb 11.40).
Antes dessa época o plano da salvação era um plano obscuro.
Mas hoje é um plano claro e evidente para qualquer pessoa que queira conhecê-lo. Somente é exigido que o pecador aceite o que Deus providenciou em Cristo. Se o homem aceitar pela fé a oferta da vida ele é nascido de novo (Jo 3.16).
O Espírito Santo vai trabalhando na vida do homem de maneira que o seu trabalho provoque a regeneração no íntimo do homem.
E o mesmo espírito aperfeiçoe a santidade na vida do crente. Isso não quer dizer que o homem responde prontamente ao convite da salvação.
Muitas vezes demora muito tempo para entender o que Deus quer em nossa vida.

No futuro.

Deus tem prometido uma melhor mudança para o período do reino.
Cristo deve reinar em todos as áreas nas quais o pecado entrou. Ele já veio uma vez, mas o povo não lhe deu ouvido (Jo 1.11).
Mas Jesus virá novamente e desta vez vai assumir o controle de tudo (Ap 11.15), pela força. Israel será o centro desse reino.
Esse período vai começar com um mundo convertido.
Muitas pessoas vão nascer no milênio, mas nem todos serão convertidos.
Não é o reinado que vai fazer o mundo ficar justo. Mas somente a graça de Deus pode fazer uma transformação no coração individualmente do homem.

Vai haver salvação no futuro como houve no passado e está havendo no presente, somente com a atuação de Deus tem tido métodos para cada momento.
No Armagedom o Senhor vai julgar as nações que vieram contra Ele, acorrentará a Satanás.
Apenas os Salvos da terra serão deixados para irem ao reino.

Todas as nações virão adorar no Monte Sião.
Será uma época de muitas decisões mais nem todos serão verdadeiros crentes.

A Obra de Cristo na Salvação

A obra de Cristo é a coluna central do plano de Deus para a redenção.
É o eixo central no qual gira todo o sistema. Ela não se restringe somente a oferta sacrificial de Jesus.
A obra de Jesus aqui na terra é um fator tão bem detalhado que desde a escolha de seu nome tinha que ser um nome propício para tal (Mt 1.21). Mas isso já estava no plano de Deus (Is 49.6).
A promessa de Deus era para que um só Deus pudesse ser o Salvador (Os 13.4).
Jesus veio para buscar e Salvar os que havia perdidos (Lc 19.10).
A obra salvadora é evidenciada em Jesus (1Tm 1.15).
A obra de Cristo para a Salvação tem que passar pelo sacrifício. O escritor aos Hebreus nos fala de um melhor sacrifício (Hb 10.1-14), ou seja, o sacrifício perfeito.
O sacrifício está presente em quase todas as culturas, mais o sacrifício perfeito somente está imbuído no verdadeiro cristão através de Jesus Cristo.
Desde os tempos passados o sacrifício jamais foi deixado de lado, mas sempre está presente. Isso não muda na vida do crente, Hebreus 9.22 diz que quase todas as coisas se purificam com o sangue.
Mas sem sangue não há remissão de pecados. O sangue de Jesus Cristo vertido lá no calvário.

A humilhação.

Jesus foi humilhado, primeiro ele teve de renunciar (Fp 2.7-8).
Renunciou a sua majestade sendo martirizado não recebendo o justo direito de nobreza superior, pois
era nobre do céu.
Uma das mais humilhantes formas foi Jesus se humanizar, pois o homem representava o fracasso, o pecado, mais Cristo se fez pecado por nós (2Co 5.21).
Foi tentado por nós (Hb 4.15).

Ele se tornou legalmente responsável por nossos pecados sujeitos a maldição da lei (Gl 4.4). Deus o enviou.
Quando Jesus foi crucificado passou uma dúvida cruel na cabeça dos seus seguidores, ?se ele tem poder porque se sujeita a uma morte tão horrenda?.

O sacrifício.
É importante frisar a palavra: o sacrifício. Vejamos no Antigo Testamento, Deus queria sacrifício de Israel (Êx 29.28).
Na páscoa lembramos da figura do cordeiro (Êx 12.1-13). Quando no Antigo Testamento se colocavam as mãos no sacrifício significava (isso é meu sacrifício), isso é: ele esta sendo sacrificado em meu lugar.

Hoje a conotação mudou, em João 1.29 Cristo é o cordeiro, Isaías 53.7 diz como um cordeiro.
Jesus foi sacrificado por nós. O sacrifício de Jesus não é chamado sacrifício simplesmente porque ele foi morto em nosso lugar, mas vejamos alguns aspectos:

?    Morava nos lugares celestiais, teve que renunciar;
?    Era príncipe no céu, veio como um qualquer na terra;
?    Vivia no paraíso, teve que trabalhar para se sustentar;
?    Tinha vida (literalmente falando) eterna no céu, teve que experimentar a morte, etc.
Foi um sacrifício não só pela morte, mais pela vida e pela existência.

A vitória.

O profeta Isaias descreveu com uma veracidade tremenda a vitória de Jesus (Is 53.11).
Quando todos pensaram que Jesus havia se acabado, foi ai que ele cresceu (Mt 16.18).
Jesus desceu ao hades (Ef 4.9) e venceu.
Tinha a carne mortificada, mas o espírito vivificado (1Pe 3.18), Pregou até aos espíritos em prisão (1Pe 3.19), Jesus foi conquistando vitória, e a maior vitória foi a salvação da humanidade.
Em vida Jesus teve as maiores vitórias que um homem pode desejar, vejamos: contra o diabo, na tentação; na cura dos paralíticos, dos cegos; nas ressurreições; no endemoniado de Gadara e principalmente na morte de cruz e na ressurreição, Jesus é um eterno vencedor, a Igreja é vencedora.
A evidência interior da salvação é o testemunho direto do espírito (Rm 8.16) ? ?O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus?.
A evidência externa da salvação a todos os homens é uma vida de retidão e de verdadeira santidade (Ef 4.24) ? ?E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade?.

Questionário

?    Assinale com ?X? as alternativas corretas

1. É recebida através do arrependimento dos pecados diante de Deus e da fé em Jesus Cristo
a)0 A coroa da vida
b)0 A ceia do Senhor
c)0 A salvação
d)0 A vida abundante

2. O propósito __________ é que o homem chegue ao conhecimento da Salvação
a)0 Da religião
b)0 De Deus
c)0 Da teologia
d)0 Da ciência

3. É errado afirmar
a)0 A obra de Cristo é a coluna central do plano de Deus para Israel
b)0 A obra de Cristo é o eixo central no qual gira todo o sistema
c)0 A obra de Cristo não se restringe somente a oferta sacrificial de Jesus
d)0 A obra de Jesus aqui na terra é um fator tão bem detalhado que desde a escolha de seu nome tinha que ser um nome propício para tal

?    Marque ?C? para Certo e ?E? para Errado

4.0 A obra da salvação pode ser restringida a determinada camada da sociedade, pois o sacrifício vicário de Jesus não foi para todos

5.0 Deus tem um só plano de Salvação, isso não quer dizer que Deus age de um só modo

DEIXE SEU COMENTÁRIO !!!

Atenção:

Faça seu comentário dentro do assunto tratado acima;
Não divulgue endereço(s) de Sites ou Blogs;
Comentário que conterem divulgação serão moderados, somente serão aceitos links caso necessite de informar alguma fonte;
Proibido Spans;
Não faça Comentários Ofensivos, Ameaças, ou Termos preconceituosos.

OPINE, DÊ SUA SUGESTÃO, CONTATO, DÚVIDAS ETC. OBRIGADO DESDE JÁ !!!

Inscrever-se para Posts | Subscrever Comentários

Welcome to My Blog

internet explorer 11

Seus estudo Aqui !!!

Seus estudo Aqui !!!
Mande Por Email Pessoal !!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

::::: Radio Nova Adoração ::::

AJUDE NOS AQUI POR FAVOR !

{ RECADINHO RÁPIDO }








NOVO 30/5/2013










- s; ESTUDO POSTAGEM PROFÉTICA -Missionario Francisco-Missionaria Fatima Blogger - Designed Fra e Fati Somos Uma Familia Missionaria -