Posted by : FrTutorial no Brasil terça-feira, 10 de setembro de 2013

AUTORIDADE E SUBMISSÃO.
1 .Autoridade Obediência e Submissão
O reino de Deus põe fim a nossa independência e nosso individualismo. Na igreja não há democracia, mas teocracia. Democracia é o governo do povo, pelo povo, e para o povo; mas a igreja não é do povo, é de Deus. Portanto, na igreja temos uma teocracia: ‘governo de Deus’
Romanos 11.36.

A. Deus Delega Autoridades em Todas as Áreas da Vida:

Autoridade Delegada: Romanos 13.1 - O princípio de autoridade delegada é que rege todas as relações do homem com o homem, bem como do homem para com Deus. Todas as coisas estão debaixo deste princípio, nada está solto. Este é um princípio de ordem e paz, nunca de confusão. Deus assim criou todas as coisas, mas ao rebelar-se, Lúcifer gerou a confusão. E, pior, está levando todos os homens a viverem debaixo do princípio de rebelião.
Como funciona o princípio de autoridade delegada? Na Trindade temos que o Pai é igual ao Filho,
que é igual ao Espírito Santo. Na essência os três são iguais. Todavia, o Pai, o Filho e o Espírito Santo são diferentes nas funções.
O Pai enviou o Filho (Jo 4.34).
O Filho veio (Jo 16.28).
O Filho foi obediente ao Pai (Jo 8.29).
O Filho enviou o Espírito Santo (Jo 15,26;14.26).
O Espírito Santo veio (At 2.16-17). O Espírito Santo é obediente ao Filho (Jo 16.12-15).
Civil: Rm 13.1-3.
Trabalho: Ef 6.5-6; Tt 2.9-10; 1 Tm 6.1-2.
Família: Ef 5.22-24; 6.1-4.
Igreja: 1Co 12.28
Todo discípulo do Senhor, onde estiver, procura saber quem é a autoridade, para a ela se submeter. Não há espaço para o "super-espiritual".

No pecado nós éramos rebeldes a Deus (independentes de Deus) Efésios 2.3, e éramos individualistas (independentes dos homens) Judas 8; mas, agora, batizados em Cristo Jesus, estamos debaixo da autoridade e do governo de Deus - I Pedro 3.15.

2. DEVEMOS NOS SUBMETER

a) Aos pastores e presbíteros (I Tessalonicenses 5.12-13; Hebreus 13.17);
b) Aos demais líderes e discipuladores (I Coríntios 16.16);
c) Nas juntas de companheirismo (Efésios 5.21).

Prosperidade em todos os campos de nossas vidas: saúde, paz, tranquilidade financeira, relacionamentos saudáveis, famílias abençoadas, abundância espiritual...
A obediência gera bênçãos.

Quando obedecemos a Deus, provamos o quanto o amamos.

4 Ser Autoridade Delegada Por Deus Somente aquele que está sob autoridade na igreja poderá receber autoridade.

3. COMO SUBMETER-SE

a) Procurando ajuda e conselho nas juntas de companheirismo;
b) Procurando ajuda e conselho no discipulador, líder ou pastor; acatando conselhos e
orientações;
c) Me sujeitando a correções e admoestações; sendo tratável e maleável;
d) Confessando os pecados.

“E será que, se ouvires a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra.” (Dt 28.1)
No capítulo 28, nos versículos de 1 a 14 de Deuteronômio, Moisés coloca para o povo de Israel todas as bênçãos que o Senhor daria. Porém teria uma condição: OBEDECER.
Quanto o Senhor tem a nos dar!

A Palavra nos diz em Deuteronômio 10.12-13 “Agora, pois, ó Israel, que é que o Senhor teu Deus
requer de ti, senão que temas o Senhor teu Deus, que andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao Senhor teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma, que guardes os mandamentos do Senhor, e os seus estatutos, que eu hoje te ordeno para o teu bem?” O segredo da prosperidade é a obediência.  

Não é possível ser autoridade e ser independente. O exemplo é o que respalda a autoridade.
No mundo, "os governadores dos povos os dominam" e "os maiorais exercem autoridades sobre eles" (Mt 20.25). Além do mais, são sempre servidos. No Reino de Deus, paradoxalmente, é bem diferente: a autoridade é para servir: "quem quiser ser grande entre vós. será o que vos sirva" (Mt 20.26-27). A motivação da autoridade deve ser sempre o serviço. Não podemos usar a autoridade que recebemos em benefício próprio.
O princípio da autoridade deve ser respeitado e vivido quotidianamente, pois é um princípio de Deus que, praticado, é uma bênção. Abandonado, não respeitado, poderá redundar em maldição. Davi, submisso à autoridade de Deus, foi, por Ele, considerado o homem segundo o seu coração. Foi uma bênção.

Os Frutos da Sujeição. Quando o homem vive no princípio de submissão às autoridades delegadas por Deus, ele desfruta de benefícios desejados por todos os homens, a saber:
paz, ordem e harmonia no corpo de Cristo;
edificação e formação de vidas;
unidade e saúde na igreja;
cobertura e proteção espiritual

DEIXE SEU COMENTÁRIO !!!

Atenção:

Faça seu comentário dentro do assunto tratado acima;
Não divulgue endereço(s) de Sites ou Blogs;
Comentário que conterem divulgação serão moderados, somente serão aceitos links caso necessite de informar alguma fonte;
Proibido Spans;
Não faça Comentários Ofensivos, Ameaças, ou Termos preconceituosos.

OPINE, DÊ SUA SUGESTÃO, CONTATO, DÚVIDAS ETC. OBRIGADO DESDE JÁ !!!

Inscrever-se para Posts | Subscrever Comentários

Welcome to My Blog

internet explorer 11

Seus estudo Aqui !!!

Seus estudo Aqui !!!
Mande Por Email Pessoal !!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

::::: Radio Nova Adoração ::::

AJUDE NOS AQUI POR FAVOR !

{ RECADINHO RÁPIDO }








Arquivo do Sites

NOVO 30/5/2013










- s; ESTUDO POSTAGEM PROFÉTICA -Missionario Francisco-Missionaria Fatima Blogger - Designed Fra e Fati Somos Uma Familia Missionaria -