Social Icons

segunda-feira, 29 de julho de 2013

cura de um Jovem lunático

Mestre, o meu filho, que tem um espírito em mudo; E este, onde quer que o apanha, despedaça-o, e ele espuma, e range os dentes, e vai definhando; e eu disse aos teus discípulos que o expulsassem, e não puderam. E ele, respondendo-lhes, disse: Ó geração incrédula! até quando estarei convosco? até quando vos sofrerei ainda? Trazei-mo. E trouxeram-lho; e quando ele o viu, logo o espírito o agitou com violência, e, caindo o endemoninhado por terra, revolvia-se, escumando. E perguntou ao pai dele: Quanto tempo há que lhe sucede isto? E ele disse-lhe: Desde a infância. E muitas vezes o tem lançado no fogo, e na água, para o destruir; mas, se tu podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós, e ajuda-nos. E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê. E logo o pai do menino, clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade. E Jesus, vendo que a multidão concorria, repreendeu o espírito imundo, dizendo-lhe: Espírito mudo e surdo, eu te ordeno: Sai dele, e não entres mais nele.
E ele, clamando, e agitando-o com violência, saiu; e ficou o menino como morto, de tal maneira que muitos diziam que estava morto. Mas Jesus, tomando-o pela mão, o ergueu, e ele se levantou. E, quando entrou em casa, os seus discípulos lhe perguntaram à parte: Por que o não pudemos nós expulsar? E disse-lhes: Esta casta não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração e jejum.” Marcos 9:17 -29..
A lição que esta passagem nos ensina é que, para alcançarmos a graça do Espírito Santo, não apenas devemos procurar adquirir a fé, mas devemos também procurar fazer com que ela aumente. Deus, de fato, quer enviar-nos a plenitude do Espírito Santo e, para isto, não quer apenas
que nós creiamos, mas quer também que a nossa fé seja grande.
Viver pela fé é algo bem diferente do que muitas pessoas têm como conceito – muitas pessoas vivem dificuldades, situações que jamais mudam em suas vidas, lutas terríveis e dizem com olhar pesaroso: “eu estou vivendo só pela fé, eu estou só pela fé”.
Mt 10.8: “Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça daí”.
Conforme visto no tópico acima, Jesus mostrou aos discípulos a razão pelo qual eles não puderam expulsar o demônio, a incredulidade, e na seqüência, Ele instruiu quanto a necessidade de vida consagrada a Deus através da oração e do jejum. O princípio que fica em evidência é que se os discípulos tivessem uma vida de oração e jejum, como Jesus o tinha, eles poderiam ter trazido solução para a angústia daquele pai. Assim, a vida de oração e jejum de uma igreja ou de alguém é o termômetro que mostra a sua condição espiritual. Onde há muita oração e jejum resultante da dedicação genuína a Deus e à sua Palavra há fervor espiritual e abundância de fé.

ELE RECONHECEU A SUA INCREDULIDADE, A SUA FALTA DE FÉ E PEDIU AO SENHOR: AJUDA A MINHA INCREDULIDADE.
Muitos irmãos não têm sido honestos com Deus e não tem assumido a sua fraqueza; Muitos irmãos têm conseguido vencer a sua carne e por qualquer motivo não vem para casa do Senhor, cultuá-lo, adorá-lo e louvá-lo. É mister reconhecer a nossa fragilidade com fez Gideão, como fez Moisés e como fez Jeremias e Josué, para que o Rei de toda a Glória volte-se para nós e diga:
a) Tende bom ânimo, Eu venci o Mundo.
b) Levante-te e anda
c) Não te disse Eu, que se creres verás a glória de Deus;
d) Esforça-te, tende bom ânimo;
e) Não te deixarei, nem te desampararei;
f) Não to mandei eu, Esforça-te e tem bom ânimo, nem te espante, porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares. Aleluia. Glorifique igreja. Esse é o Deus que liberta, esse é o Deus que nos ajuda.
Expressões:
Lunático = aluado; fora de si; governado pela lua, que sofre ação por demônio ou entidade demoníaca, etc.
Casta= espécie de demônio nível hierárquico e ou de atuação (resistente ao poder de Deus podendo ser como todos, expelido pela fé e autoridade no nome de Jesus Cristo {poder do Espírito Santo}).

Incredulidade = ato contrario a fé que acrescenta em quem o sustenta [pessoa e ou coletividade], a maldade, com efeito, o fato de ser e estar perverso, e omisso as necessidades alheias , sendo ou não religioso no seguimento em que segue na sociedade e ou cristandade.

Fogo e Água = no caso era um fato da ação deste espírito para causar dor e sofrimento e até mesmo à morte. Em alguns casos os demônios impelem as pessoas a vidros, carros, precipícios, abismos, lugares ou situações que podem levar a pessoa a danos momentâneos, permanentes e até a morte.

Fé, Oração e Jejum = diferente do que muitos pensam {Jejum e Oração} a Fé vem primeiro, pois traz convicção e certeza e pela oração tem-se o beneficio da misericórdia, perdão, ação e a vontade de Deus [manifestação de seu poder, inclusive para libertar pessoas atormentadas por certos tipos de demônios].

jovem lunático = foi à única pessoa em toda situação (vs14-29*) que Jesus JAMAIS disse qualquer palavra antes deste, SER LIBERTO DO ESPÍRITO QUE O ATORMENTAVA. Muitas igrejas, pastores, lideres, tem perdido tempo e causado sofrimento não somente nos possessos, mas inclusive a terceiros como os pais e os próprios possessos, quando ao invés de usar a fé e a autoridade no nome de Jesus Coisa que muitos lideres de ministérios e INCLUSIVE Pastores não têm e não confessam (como o pai do possesso). Alem de NESTES CASOS estar em oração ou aplicar o uso da mesma, antes afere ao possesso e endemoniado a culpa [culpabilidade] do mesmo não poder ser liberto dos demônios que o afligem, oprimem, atormentam etc.

Biblicamente não há algum respaldo bíblico para transferir a nenhuma pessoa endemoniada culpa, e ou responsabilidade a sua situação (ainda que o mesmo confesse arrependido para se libertar ou buscar confiança e ajuda da igreja), uma vez que o mesmo já sofre [ainda que pelos erros dos próprios pais e ou de terceiros {trabalhos, feitiços, pactos, envolvimentos}] a responsabilidade e culpa por não ser liberto.
Em todos os casos de “possessão demoníaca” na bíblia, Jesus jamais conversou com qualquer pessoa endemoniada,[EXAMINE] inclusive no caso do gadareno que dirigiu primeiro a PALAVRA aos “demônios [legião]” e não a pessoa [possessa] do gadareno antes de o libertar daquela legião de demônios. No caso e, com efeito, permitindo os demônios sair deste, e ir aos porcos e depois, por estes porcos ao abismo [destruição]. Com efeito, apos por em LIBERDADE o Gadareno [agora sentado, vestido e em perfeito Juízo] se vê COMPLETAMENTE LIVRE, e deste momento em diante, queria servir ao Senhor Jesus Cristo, e o fez na própria decapolis [região que engloba gadara, e outras cidades conforme a palavra do próprio Senhor Jesus].

Expulsar = arrancar para fora por efeito de força e violência [no caso de demônios], efeito espiritual e não físico que vem por meio do poder de Deus e Autoridade no Nome do Senhor Jesus Cristo, por aqueles que têm Fé e Autoridade para assim faze-lo [estando debaixo do senhorio de Cristo, vivendo sob autoridade do Próprio Senhor pela fé e Obediência a Palavra de Deus e do Próprio Jesus Cristo em seu Espírito Santo].
Em outra definição, expulsar é o mesmo que “saquear para fora” neste caso conforme escrito acima.

Quando a sua vida está consagrada em jejum e oração, você está ligado ao Espírito de Deus. Deus sabe todas as coisas e, antes que te preparem armadilhas, Ele já preparou o livramento. Deus vai te revelar, no mundo espiritual, qual é a estratégia do diabo. Onde há consagração, há o derramar do Espírito de Deus. Com seu jejum e oração, você vai quebrar, no mundo espiritual, toda obra maligna. Você vai encontrar soluções que ninguém nunca imaginou. Jejue e ore para aproximar a direção do Espírito na sua vida. A lição que esta passagem nos ensina é que, para alcançarmos a graça do Espírito Santo, não apenas devemos procurar adquirir a fé, mas devemos também procurar fazer com que ela aumente. Deus, de fato, quer enviar-nos a plenitude do Espírito Santo e, para isto, não quer apenas que nós creiamos, mas quer também que a nossa fé seja grande Quando o caso envolvia apenas algum tipo de enfermidade a forma como Jesus curava era por imposição de mãos ou algum tipo de toque, ou de alguma outra maneira segundo o seu propósito e vontade soberana; quando envolvia a possessão demoníaca a forma como Jesus “curava” normalmente era por ordem direta ao demônio para que partisse do indivíduo. A igreja quando confrontada com tais situações deve buscar discernimento e sabedoria para lidar com as mesmas. Ao mesmo tempo que se deve orar para que se tenha autoridade para que ocorra a expulsão de demônios no poderoso Nome de Jesus, a igreja não deve deixar de considerar que existem situações onde soluções médicas devem ser procuradas, pois conforme já dito anteriormente, nem toda enfermidade é decorrente de uma possessão demoníaca ainda que os sintomas sejam muito semelhantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AQUI SO FALTA VOCÊ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Não Pressione O Botão Vermelho